508 milhões de toneladas de cana já foram processadas

508 milhões de toneladas de cana já foram processadas

Dados divulgados pela União da Indústria de Cana de Açúcar (ÚNICA) indicaram que o Brasil já processou 508 milhões de toneladas de cana até o dia 1º de novembro, o que representa 4,35% a menos que o que foi registrado no ciclo anterior. De acordo com Marcos Fava Neves, professor titular da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP), o etanol foi o único produto que registrou crescimento. 

“O mix está em 64,13% para etanol. Em açúcar foram produzidas 24,35 milhões de toneladas (26,7% a menos) e de etanol 27,26 bilhões de litros (20,29% a mais), sendo 46% maior a produção de hidratado. Na segunda quinzena de outubro processamos quase 18% a menos, fruto já de pouca cana disponível neste final de safra e das chuvas”, comenta. 

Segundo o especialista, é bem possível que a safra desse ano feche com 560 milhões de toneladas processadas, ou seja, uma queda de 6,4% em relação às 596 milhões de toneladas da safra anterior. Nesse caso, muitas unidades podem estar encerrando as atividades, configurando uma entressafra mais longa. 

“Pelo levantamento do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), o ATR/tonelada no mês de outubro foi de 133,96 kg/t, e o acumulado está em 140,13 (1,73% maior). O rendimento apurado pelo CTC foi de apenas 60,22 t/ha em setembro, contra 66,5 t/ha na safra anterior. Na safra temos 74,45 t/ha contra 77,62 t/ha da anterior, uma queda de 4,1% esperada pela seca que castigou os canaviais no começo deste ciclo. Na verdade, esperávamos uma queda maior que esta observada”, conclui ele. 

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems