Brolese diz que Sindicato Rural tem peso para a economia de Sinop

Brolese diz que Sindicato Rural tem peso para a economia de Sinop

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Daniel Brolese, participou da solenidade de posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Sinop, biênio 2018/2020, onde Antônio Galvan tomou posse como presidente e, na sequencia, se licenciou dando a cadeira à seu vice, Ilson José Redivo.

Representando a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), que está na capital Federal em busca de recursos para o município, Brolese falou da importância do setor para a economia local e do comprometimento do Executivo em dar maiores e melhores condições para a expansão da cultura.

Segundo ele, a classe tem relevante importância e simboliza a esperança de ter um país melhor. “Nós recebemos a missão da prefeita Rosana para buscar indústrias para a nossa cidade para beneficiar toda essa matéria-prima produzida aqui. Em breve, estaremos esmagando em torno de 1 milhão de toneladas de milho”, disse referindo-se à instalação da usina de etanol, em Sinop, que começa a sua construção, já, no início de 2018

Brolese, também, elogiou a atuação de Galvan à frente do Sindicato representativo da classe, em Sinop, e disse que sua presença na Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja) ajudará a fazer a diferença para a classe. “Eu tenho certeza que pela competência que você demonstrou ter enquando esteve à frente do Sindicato, a Aprosoja será bem representada”.

A solenidade foi realizada na segunda-feira (18) e Galvan, que assumiu e simultaneamente se licenciou para representar a classe em nível de Estado, na presidência da Aprosoja, em seu discurso, fez um balanço de todas as lutas que a classe encampou ao longo desses, pelo menos, 10 anos de tentativa de fortalecimento do setor, resgatando o panelaço em frente ao Banco do Brasil, o Grito do Ipiranga na Rodovia e o tratoraço em Brasília.

“Somos, muitas vezes, rotulados de vilão porque dizem que trocamos a vegetação por plantação quando, na verdade, colocamos alimento nas mesas das famílias brasileiras”, disse assegurando que, na Aprosoja, lutará, ainda, com mais afinco pelo setor.

O discurso de Galvan foi sustentado pelo seu sucessor e vice, Redivo, que afirmou que 62% do territórito mato-grossense está preservado. Sempre pontuado em críticas, falou da promessa de conclusão da 163 [Rodovia Federal), das instabilidades jurídicas que os agricultores sofrem, da omissão do Governo junto à classe e reiterou a promessa de dar continuidade ao trabalho desempenhado pelo presidente licenciado durante tantos anos.

 

Compõem a nova diretoria do sindicato Rural de Sinop:

Antônio Galvan - presidente licenciado;

Ilson José Redivo - vice-presidente (presidente em exercício);

João Marcos Bustamante - 1º secretário;

Felisberto Ferreira Dornelles - 2º secretário;

Adelmo Zuanazzi - 1º tesoureiro;

Leonildo Bares - 2º tesoureiro.

 

Por Luciano André/Jornalista.