Pesquisa e setor produtivo discutirão resistência de pragas e doenças em reunião em Sinop

Pesquisa e setor produtivo discutirão resistência de pragas e doenças em reunião em Sinop

O surgimento de insetos, fungos e plantas daninhas resistentes às formas convencionais de controle será discutido no dia 30 de agosto, na Embrapa Agrossilvipastoril (Sinop-MT) durante a Reunião de Pesquisa sobre Manejo de Resistência. O evento é destinado a agricultores, pesquisadores e profissionais de consultoria, assistência técnica e de empresas ligadas à agricultura.

As inscrições antecipadas estão abertas e ainda restam vagas para interessados em participar. Para se inscrever é preciso preencher formulário eletrônico no site https://www.embrapa.br/agrossilvipastoril/manejo-resistencia. As vagas são limitadas e, caso haja disponibilidade de lugares, a comissão organizadora poderá abrir espaço para estudantes de pós-graduação ou de graduação em fim de curso.

A Reunião de Pesquisa sobre Manejo de Resistência é parte de um trabalho multi-institucional que faz o acompanhamento de pragas, doenças e plantas daninhas nas lavouras de Mato Grosso para evitar ou mitigar os problemas ocasionados pela resistência.

A programação contará com apresentações sobre os resultados do monitoramento de pragas, plantas daninhas e doenças na safra 2017/2018 e os resultados das Unidades de Referência Tecnológica em Manejo Integrado de Pragas (MIP). Haverá ainda um espaço para que os consultores participantes relatem os episódios de resistência identificados por eles nas lavouras que monitoram.

De acordo com o coordenador do evento e pesquisador na área de entomologia da Embrapa Agrossilvipastoril, Rafael Pitta, o objetivo é o de se ampliar a rede de colaboração em todas as regiões produtoras do estado e estreitar a comunicação entre a pesquisa e assistência técnica, para que a informação chegue mais rapidamente ao produtor.

A resistência é um processo evolutivo que seleciona dentro de uma população indivíduos resistentes a determinada forma de controle. Na agricultura o aparecimento de insetos, fungos e plantas daninhas resistentes ocasiona perda da eficiência de tecnologias e aumento no custo de produção. Dessa forma, o monitoramento dos níveis de suscetibilidade deve ser feito regionalmente para se evitar que indivíduos resistentes se dispersem e aumentem a abrangência do problema.

A Reunião de Pesquisa sobre Manejo de Resistência é realizada pela Embrapa, com apoio do IMAmt e patrocínio da Aprosmat.

Confira a programação completa:

8h – 8h40 - Resultados monitoramento de pragas – safra 2017/2018.
Palestrante: Rafael Major Pitta - Embrapa Agrossilvipastoril
Moderador: Jacob Crosariol Neto - IMAmt

8h40 – 9h20 - Resultados monitoramento de plantas daninhas – safra 2017/2018.
Palestrante: Alexandre Ferreira - Embrapa Milho e Sorgo

9h20 – 10h00 – Resultados monitoramento doenças – safra 2017/2018
Palestrante: Dulândula Silva Miguel Wruck - Embrapa Agrossilvipastoril
Moderador: Luiz Gonzaga Chitarra - Embrapa Algodão

Intervalo

10h30 – 11h00 – Unidades de Referência Tecnológica em MIP em Mato Grosso
Palestrante: Rafael Major Pitta
Moderador: Edson Hirose

11h00 – 12h00 – Relatos dos participantes - suspeitas de resistência em suas regiões

Almoço

13h30 – 14:10 – Métodos de coleta de pragas, plantas daninhas e doenças para os estudos de resistência

14h10 – 15h:40 – Novas parcerias e definições para próxima safra

16h - Encerramento

 

Por Gabriel Faria 
Embrapa Agrossilvipastoril /Foto Embrapa.