Prefeita Rosana vistoria estoque regulador da merenda escolar

Prefeita Rosana vistoria estoque regulador da merenda escolar

A prefeita Rosana Martinelli vistoriou, na terça-feira, 21, o estoque regulador da merenda escolar mantido pela Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura (S.M.E.E.C) para distribuição às unidades de ensino da rede municipal. O banco de alimentos funciona em um espaço dentro da própria Secretaria e, nele, são realizadas todas as operações de transbordo, recebimento, conferência e destinação até os estabelecimentos escolares.

"A nossa merenda é de excelente qualidade e estamos vistoriando o estoque regulador, todos os produtos comprados com recursos da Prefeitura. Estamos olhando a qualidade dos produtos e o que está neste estoque, pois damos assistência para todas as crianças da rede escolar, principalmente as que apresentam algum problema como diabete, quem tem intolerância”, explicou Rosana Martinelli.

Atualmente, mais de 15 mil estudantes são atendidos pelas escolas municipais e, igualmente, assistidos com merenda escolar. Conforme pontua a prefeita, o município oferta aos seus estudantes duas refeições a cada período de aula, sendo o dejejum e o lanche, atuando além do que estipulam as diretrizes federais, que versam à obrigatoriedade de oferta de  uma refeição.

“Teríamos obrigações de, somente, uma refeição, mas sempre a Prefeitura prima pela qualidade, educação e pela saúde porque muitas crianças vão se alimentar na escola. E, para quem estuda no período integral, fornecemos três refeições diárias para que o estudante esteja bem alimentado”, frisou Martinelli.

Gestora da S.M.E.E.C, a secretária Veridiana Paganotti destaca que todos os produtos - sejam perecíveis ou não - vão para as escolas e, a partir do acompanhamento de nutricionistas, servem para a confecção de pratos diversos aos estudantes. Crianças que apresentam alguma necessidade de acompanhamento alimentar também são atendidas pelo município. “Todas as restrições são cuidadas. As nutricionistas passam em verificação nas escolas. Temos uma ficha que os pais preenchem no ato da matrícula, dizendo da necessidade diferenciada do seu filho para que nós possamos garantir que este lanche chegará à contento daquela família e para que a criança não fique com fome na hora da aula”.  

Fonte:Prefeitura de Sinop/Assessoria.