Revitalização de área interna de Parque Florestal será executada em 2019

Revitalização de área interna de Parque Florestal será executada em 2019

Prefeitura de Sinop e a Sinop Energia - Concessionária da Usina Hidrelétrica de Sinop - assinaram, na segunda-feira, 17, o termo de compromisso de compensação ambiental, com anuência do Estado de Mato Grosso, para a revitalização da área interna do Parque Florestal. O próximo passo é a execução, pela iniciativa privada, do plano de manejo do local, sua fauna e flora, e a consequente abertura do processo licitatório para contratação de empresa.  

Os projetos da obra já foram entregues pelo Executivo municipal à Sinop Energia. “Agora, de fato, com a assinatura do termo de compromisso, já iniciamos as obras de revitalização do nosso Parque Florestal. Essa revitalização vai ser contemplada com pista de caminhada, com pedalinho, pier, iluminação, arquibancada para o campo de futebol, parquinho. Realmente, será um local para a família sinopense e para que possamos levar o turista que vem ao município”, disse a prefeita Rosana Martinelli em uma referência ao processo.

Os serviços serão executados por meio de recursos de compensação ambiental oriundos das obras de construção da usina. O investimento assegurado é de R$ 3,4 milhões. “Temos alguns passos a serem cumpridos. Primeiro, é um plano de manejo com regularização da área no que diz respeito ao local de construção, mas as obras já podem ser licitadas. Estamos já com as condições e projetos em mãos para que essa licitação ocorra e a gente possa começar 2019 com essa obra”, disse o diretor de Meio Ambiente da Sinop Energia, Ricardo Padilha.

Estão previstas as construções de pista de caminhada, trilhas, quadra, playground, galeria com sala para educação ambiental e exposições, observatório da biodiversidade e de espaço para contemplação do lago. A execução será conduzida pela Sinop Energia, mediante contratação de empresa, e a partir dos projetos apresentados pela Prefeitura de Sinop.

“Fizemos um diagnóstico daquela região, o que era necessário fazer. Realizamos algumas reuniões com o Conselho Municipal de Meio Ambiente para que isso possa ser chancelado por eles. Licenciamos todos os projetos dentro de uma prerrogativa de dar mais qualidade às pessoas que vão ocupar daquele espaço. São várias obras que vão poder dar mais qualidade aos nossos visitantes e proporcionar mais contemplação da fauna e da flora”, destaca Luciane Bertinatto, secretária municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

As obras correspondem à uma segunda etapa de serviços realizados na reserva R-11, onde se situa a área aberta à visitação pública. Na primeira delas foram construídos o novo portal de acesso e o início do estacionamento, além, também, do cercamento do entorno. Os recursos investidos, na ordem de R$ 900 mil, também foram oriundos da compensação ambiental pela Sinop Energia.  

Fonte:Prefeitura de Sinop/Assessoria