Piscicultura já perdeu R$ 104 milhões com a greve

Piscicultura já perdeu R$ 104 milhões com a greve

A Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR), entidade que reúne, defende e fomenta a produção de peixes cultivados no Brasil, concluiu levantamento sobre as perdas da atividade devido à greve dos caminhoneiros. De acordo com a entidade, até 4ª feira (30.05), a piscicultura teve prejuízos da ordem de R$ 104 milhões, principalmente em decorrência de falta de produção e comercialização.

Porém, explica a PEIXE BR, “os efeitos a médio prazo são maiores, pois teremos problemas agora de abastecimento das industrias de rações, insumos nos frigoríficos, ajustes na logística, redução da produtividade e aumento da mortalidade de peixes, em decorrência do período sem alimentação”.

Por conta de todos esses problemas deflagrados pela dificuldade de distribuição de insumos e redução da produção e das vendas, a PEIXE BR estima que os prejuízos duplicarão nos próximos 8 meses, superando a barreira dos R$ 200 milhões. Esse montante equivale a 4,6% de todo o movimento econômico da piscicultura brasileira em 2017.

Fonre:Agrolink/Assessoria.