Programa da ONU busca novos projetos sustentáveis para investimentos em MT

Programa da ONU busca novos projetos sustentáveis para investimentos em MT
O programa da Organização das Nações Unidas (ONU) Partnership for Action on Green Economy (Page) pretende ampliar o número de projetos sustentáveis em Mato Grosso financiados por entidades internacionais. Uma das frentes de trabalho será junto ao setor da indústria no Estado.
 
Nesta quarta-feira (14.02), o coordenador da Page no Brasil, Eduardo Chiletto, e o presidente da Federação das Indústrias no Estado Mato Grosso (Fiemt), Gustavo Oliveira, estiveram reunidos discutindo novas propostas para a área. A Page (Parceria para Ações na Economia Verde, em tradução para o português) tem R$ 3 milhões assegurados para investimentos neste ano em projetos que incentivem a economia e a geração de empregos sustentáveis.
 
Já estão em desenvolvimento projetos nas áreas de energia renovável, planejamento territorial, turismo sustentável e regularização ambiental em assentamentos rurais. Para Chiletto, o objetivo é ampliar o escopo de projetos envolvendo a indústria e fazendo planos de trabalhos que garantam investimentos internacionais até 2030.
 
A Fiemt já faz parte do grupo de entidades que compõem a Page em Mato Grosso. A intenção é solidificar e ampliar as ações entre o Programa e as indústrias no Estado. Para que as empresas instaladas no Estado possam desenvolver seu progresso socioeconômico de forma mais eficaz, a Page oferece a colaboração de agências da ONU que trabalham pelo desenvolvimento da indústria no mundo.
 
Conforme o presidente da Fiemt, a proposta da Page está em sintonia com a política do Sistema Indústria. “Já estamos alinhados conceitualmente e as propostas na área de desenvolvimento sustentável têm sinergia, precisamos integrar as ações e potencializar os ganhos para as empresas e também para o cidadão de Mato Grosso. Já temos muitas ações em curso, precisamos catalogar tudo isso e trabalhar junto com a Page”.
 
Mato Grosso é um dos estados brasileiros que mais acessa recursos provenientes de entidades internacionais destinados à economia verde. “Muitas indústrias de Mato Grosso já perceberam a importância da geração de empregos verdes e produtos sustentáveis. A Page vem para facilitar e incentivar mais ações neste sentido. É importante essa parceria para que possamos a planejar desde já e garantir mais recursos, não só agora, mas em longo prazo”, disse Chiletto.
 
Além do Governo de Mato Grosso, também compõem o projeto da Fiemt: Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Universidade do Estao de Mato Grosso (Unemat), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Academia de Arquitetura e Urbanismo (AAU), Instituto Centro de Vida (ICV),  Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Ministério do Trabalho e Emprego.
 
Leia no portal Gov MT:
 
Fonte:Secom/MT-Assessoria/Foto G1