Conselho destaca importância de doações para o Fundo da Criança e do Adolescente

Conselho destaca importância de doações para o Fundo da Criança e do Adolescente

Com objetivo de fomentar projetos voltados à crianças e adolescentes, a Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, tem reforçado a importância de doações que podem ser feitas por meio da declaração do Imposto de Renda 2018.

As doações são feitas diretamente ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente e os recursos devem, obrigatoriamente, ser destinados ao atendimento das políticas, programas e ações voltados para a promoção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, como explica o presidente Celso Clarindo. “O conselho avalia os projetos submetidos pelas instituições e esses projetos envolvem karatê, artes de diversas formas, música e artesanato. Enfim, ajudam as crianças e adolescentes a terem uma ocupação e até se profissionalizarem e saírem do mundo da marginalidade de criminalidade”.

Parte do IR pode ser destinado aos fundos municipais: pessoas físicas até 3%, desde que utilizem o modelo completo de declaração do IR; e 1% para pessoas jurídicas com lucro real. Gestor do Centro Social Menino Jesus, uma das entidades beneficiadas com recursos do Fundo em 2017, João Carlos Girardi, destaca, ainda, a importância das entidades atendidas como os recursos.

“O orfanato já foi beneficiado com dois projetos, um para compra de instrumentos musicas, que envolve as crianças em toda a parte lúdica. O ultimo projeto é de instalação de uma horta onde, além de ter legumes frescos e saudáveis, acaba tendo a pedagogia de envolver as crianças nessa atividade de mexer com hortaliças e legumes. Claro, que cada uma das instituições que foram atendidas tem a sua importância em cada projeto. Os conselheiros são muito criteriosos para os projetos e desde que haja recursos para esses fundos são beneficiados e com certeza transforma a vida das pessoas”, asseverou Luiz Carlos.

Em Sinop, foi realizada uma palestra com o auditor fiscal da Receita Federal, Yuiti Shimada, voltada a profissionais de contabilidade e acadêmicos. A delegada do CRC-MT no município, Marlene Costa, lembra que as doações são realizadas todos os anos e a parceria com a Prefeitura têm sido fundamental. “É um chamamento para o contador fazer o que já faz com maestria, que é na hora de fazer a declaração é fazer a destinação de 3% do imposto de renda para o cliente para o fundo da criança e do adolescente”.

Antes da palestra, foram realizadas apresentações de projetos desenvolvidos com recursos do Fundo por entidades como APAE e CAPOA, além de exposição de artesanato feito por crianças e adolescentes. “É um momento ímpar. Nosso objetivo é fazer o lançamento do fundo e conscientizar cada vez mais os contadores da importância de fazer a contribuição para o funda da Criança, que esse recurso fica para Sinop, em uma conta específica e é usado para as entidades que tem inscrição no Conselho da Criança e do Adolescente e é aplicado com nossos jovens”, asseverou a secretária de Assistência Social, Josi Palmasola.

Doações

Além das doações por meio do IR, o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente recebe doações durante todo o ano por meio de conta bancária (Agência 4270-6/ Conta Corrente 70-1/ Banco do Brasil).

Os recursos do Fundo da Criança são administrados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), que Em Sinop, foi criado em 2010, por meio da Lei municipal número 1.296.

Por Julia Munhoz/Assessoria