Crea-MT realiza “Operação Pente-Fino”, em Sinop

Crea-MT realiza “Operação Pente-Fino”, em Sinop

Teve início na segunda-feira, 23 de abril, a operação “Pente-Fino” em Sinop. Realizada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT), o objetivo é de coibir o exercício ilegal das profissões registradas no Conselho e exercidas em obras civis, postos de combustíveis, comércio de defensivos agrícolas, obras públicas, além de garantir a assistência técnica nas safrinhas da região de Sinop.

A ação envolve ao menos sete agentes fiscais e segue até sexta-feira dia 27 de abril. “A ação tem o objetivo de garantir segurança da sociedade por meio de serviços prestados por profissionais devidamente registrados no Conselho. Ou seja, através da fiscalização, o Crea-MT impede que pessoas sem qualificação exerçam as atividades de profissionais que estudaram e estão aptas a exercer a sua profissão”, explica o gerente de Fiscalização do Conselho, Jackson Paulo da conceição, salientando que a fiscalização é constante ao longo de todo o ano, sendo que as operações pente-fino são mais uma forma de reforço das vistorias do Crea-MT.

A ausência de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), falta de profissional responsável técnico e de placa de identificação de obras em construções civis são de irregularidades frequentes. Jackson Paulo da conceição explica que essas irregularidades não ocorrem somente na área civil e podem ser vários os problemas causados pela falta de acompanhamento técnico não somente na execução de obras, mas também em empresas de provedores de internet, lanchonetes que possuem equipamento que precisam de manutenção a exemplo de choperias, ar condicionado, elevadores, viveiros, etc.

O Crea Mato Grosso utiliza o georreferenciamento para identificar a exata posição geográfica de uma obra ou serviço em andamento e assim a fiscalização nas áreas das Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia.

De acordo o gerente de Fiscalização, esse “Sistema de Georreferenciamento ArcGis” dinamiza o trabalho do agente fiscal, com a elaboração de roteiros mais coerentes com base na localização geográfica dos empreendimentos vistoriados que são informados durante o preenchimento da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) pelo profissional ou empresa.

“Já é obrigatório ao profissional ou empresa, quando estes acessam o sistema do Crea-MT para emissão de uma ART, informar a localização de sua obra ou serviço prestado. Dessa forma temos mais eficiência na atividade de fiscalização e transparência nas ações”, explica Jackson Paulo da Conceição.

Canal de denúncias – Está disponível no portal do Crea-MT o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. para recebimento de denúncias e solicitação de fiscalização, que podem ser identificadas ou não. Ou também pelo telefone (65) 3315-3030.

Fiscalização – Paralelo à “Pente-fino”, ocorre outra ação fiscalizatória no período de 23 a 27 de abril, nos municípios de Poxoréo, Paranatinga e Santo Antônio do Leste, onde serão vistoriados os setores de construção civil, postos de combustíveis, empresas em geral, indústrias, viveiros e órgãos públicos. O objetivo também é verificar a existência de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e coibir o exercício ilegal das profissões registradas no Crea-MT.

Fonte:Assessoria CREA-MT