Governo quer acabar com simuladores de autoescola

Governo quer acabar com simuladores de autoescola

A obrigatoriedade para aulas em simuladores na autoescola pode estar com os dias contados. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que incorporou o antigo Ministério dos Transportes, alertou que pretende acabar com a exigência.

Ele falou sobre o assunto na Convenção Nacional da Confederação dos Transportadores Autônomos. Segundo o ministro, a ideia é reduzir a burocracia e os custos para aqueles que usam a CNH para trabalhar, como os motoristas, além da população em geral.

“A gente tem uma determinação do presidente Bolsonaro: facilite a vida do usuário, facilite a vida do cidadão. Essa é uma obstinação dele. Não foi por acaso que puxamos o Contran [Conselho Nacional de Trânsito] e Denatran [Departamento Nacional de Trânsito] para o Ministério da Infraestrutura, que acompanha o dia a dia do setor”

Freitas afirmou que conhece um piloto da Força Aérea Brasileira (FAB) que não precisou passar por teste com simulador de voo para exercer a profissão. “Vamos acabar com esse troço. Mas vão dizer que é importante… coisa nenhuma. Isso é para vender hardware e software, só para aumentar custo. É lobby, é máfia. Então, vamos acabar”. afirmou.

Renovação da CNH

O ministro também falou sobre a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ele quer acabar com o período de a cada cinco anos para os jovens. Segundo ele, não é necessário exigir nesse período dos jovens a revalidação nesse prazo.

Fonte:Estadão-Crédito/Márcio Fernandes