IBGE suspende entrevistas domiciliares da PNAD contínua por causa do coronavírus

IBGE suspende entrevistas domiciliares da PNAD contínua por causa do coronavírus

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou na tarde desta terça-feira (17) que irá suspender as visitas domiciliares para coleta de informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad). A medida foi adotada diante da necessidade do país de conter a disseminação do coronavírus.

É por meio da Pnad que o IBGE produz os principais indicadores do mercado de trabalho. Nela, são visitados cerca de 70 mil domicílios por mês, somando mais de 210 mil domicílios a cada trimestre distribuídos por mais de 3,5 mil municípios do país. Ao todo, mais de 2 mil agentes de pesquisa são envolvidos na coleta.

Em nota, o IBGE informou que está estuda alternativas para manter a realização da pesquisa sem a necessidade de fazer visitas domiciliares.

“Toda e qualquer opção ou possibilidade será antes testada e validada para assegurar os padrões de qualidade e excelência do corpo técnico do IBGE, buscando preservar a série histórica dos dados”, destacou o instituto.

A Pnad Contínua é a única pesquisa com entrevista domiciliar realizada atualmente pelo IBGE. Segundo a assessoria do instituto, as demais pesquisas econômicas são realizadas por meio de contato telefônico ou internet e estão mantidas.

No mesmo comunicado, o IBGE informou que irá anunciar, em breve, o novo cronograma do Censo Demográfico. As inscrições para o concurso de recenseadores, com mais de 208 mil vagas, seguem abertas até o dia 24 de março. As provas estão previstas para os dias 17 e 24 de maio e a expectativa era de que a coleta tivesse início em agosto.