Jovens, criança e idosa continuam desaparecidos em MT

Jovens, criança e idosa continuam desaparecidos em MT

Famílias de 4 desaparecidos estão desesperadas a procura dos parentes. Um dos sumidos não entra em contato com a família há quase 3 meses e o caso de maior comoção, do menino Samuel, já completa 15 dias.

A idosa Máxima de Barros, 69, está sumida desde o dia 12 de agosto, quando saiu para passear na comunidade Piuval, próximo a Cáceres (225 km a Oeste).

Os passeios são costumeiros e a mulher volta para casa, por volta das 10h, mas nesse dia não voltou. Ela mora com o esposo, que é cedo, em um sítio. 

O menino Samuel Victor da Silva Gomes Carvalho, 6, sumiu da casa da avó no dia 20 de outubro. Ele mora em Rondonópolis (215 km de Cuiabá) e pulou o muro da residência para brincar na rua, depois disso não foi mais visto. Sociedade e políticos se mobilizaram para procurar o garoto e cães farejadores foram usados nas diligências, mas sem sucesso na localização do menor.

A família de Kildery Guilherme Silva de Oliveira, 17, está a sua procura desde o dia 27 de outubro. Ele mora com a família no bairro CPA IV, em Cuiabá, e saiu de casa naquele dia e não foi mais visto.

Renan Felipe Gonçalves Silva, 18, está desaparecido desde o dia 20 de setembro, quando saiu de casa como amigos e não foi mais visto. Os companheiros do rapaz também sumiram. O jovem mora em Comodoro (1.160 km a Nordeste).

Quem tiver informações que possam ajudar a encontrar essas pessoas deve ligar para a Polícia Civil, nos telefones 65 3901-4823 e 65 99982-7766. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública, entre janeiro e setembro desse ano foram contabilizados 1.541 desaparecidos em todo o estado.

Em 2018, no mês período, foram registrados 1.544 desaparecimentos.

Fonte: Gazeta Dgital