Polícia cumpre nova prisão contra jornalista suspeito de tentativa de estupro e ameaça

Polícia cumpre nova prisão contra jornalista suspeito de tentativa de estupro e ameaça

O jornalista Leonardo Heitor Miranda, de 38 anos, que foi preso suspeito de importunação sexual, difamação, ameaça e tentativa de estupro, usando perfis falsos, foi novamente alvo de um mandado de prisão, em Cuiabá.

Uma equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (Dedm) cumpriu no início da noite de quarta-feira (4) um mandado de prisão preventiva contra o jornalista pelos crimes de estupro tentado e ameaça em um dos inquéritos que tramita na unidade policial.

O mandado de prisão, cumprido no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), o antigo Carumbé, na capital, onde o suspeito já estava detido.

Leonardo Heitor trabalhava como assessor na Assembleia Legislativa e foi exonerado do cargo após as denúncias.

Segundo a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, que coordena cinco inquéritos instaurados na Delegacia da Mulher, os casos investigados são gravíssimos.

O suspeito é investigado na delegacia especializada da capital por diversos crimes contra a dignidade sexual: foram registrados dez boletins de ocorrências contra ele.

Ele já estava preso por força de outro mandado de prisão em um dos inquéritos que investiga estupro tentado, importunação sexual, ameaça e gravação não autorizada da intimidade sexual. A primeira prisão ocorreu em virtude de descumprimento de medida protetiva de urgência.

Texto: G1 MT