Sebrae realiza evento para entrega do Plano de Desenvolvimento Regional

Sebrae realiza evento para entrega do Plano de Desenvolvimento Regional

Um caminho sem volta em direção ao desenvolvimento econômico, social e sustentável começou a ser trilhado em 2018 por 16 municípios do médio-norte e norte mato-grossense, situados no entorno da BR 163. Com apoio do Sebrae/MT foi lançado no Centro de Eventos Ari José Riedi, em Sorriso, na última quinta-feira (22), às 13h30, o Plano de Desenvolvimento Regional, resultante do Programa Líder, iniciado há 8 meses.

Foram inseridos na ação os municípios de Sorriso, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Tapurah, Nova Maringá, São José do Rio Claro, Cláudia, Santa Carmen, União do Sul, Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã, Lucas do Rio Verde, Santa Rita do Trivelato, além de Nova Mutum.

O Plano é norteado pelo Mapa Estratégico, que contempla 4 eixos, divididos em agronegócio, infraestrutura, educação e inovação, tecnologia e modernização da gestão pública. Elaborado por representantes dos setores público e privado, bem como da sociedade civil organizada, o Plano objetiva alavancar o desenvolvimento socioeconômico de forma sustentável de umas das principais regiões produtoras de commodities agrícolas de Mato Grosso. O foco principal é transformar a realidade local com a obtenção de melhores resultados. Para isso, foi traçado o cenário de oportunidades alinhado à vocação da região, inclusive com ação empreendedora social.

Orientados por consultores e pela metodologia Líder, 42 participantes fizeram 8 encontros desde março deste ano, todos realizados no município de Sorriso. Os líderes permaneceram mobilizados como executores do Plano de Desenvolvimento Regional no decorrer deste ano. O grupo de lideranças é formado por 15 membros do setor público, entre vereadores e servidores públicos, 16 membros do setor privado – empresários com atuação em diversas áreas -, bem como 9 membros do 3º setor, sendo associações comerciais, sindicatos e o Sebrae/MT. Em 2019, os líderes irão participar de 4 fóruns e, ainda, de todas as atividades de monitoramento de resultados, com orientação para execução das ações e estimulando a sociedade a se engajar no processo.

Entre as ações propostas, destacam-se como macro-objetivos para o horizonte de 2020 a diversificação das cadeias produtivas do agronegócio e da agricultura familiar, com agregação de valor aos produtos e qualidade de vida com sustentabilidade. O Plano visa, ainda, fomentar a aproximação entre as instituições educacionais de pesquisa com o mercado de trabalho, viabilizar infraestrutura compatível para garantir competitividade aos produtos e serviços da região e a modernização da gestão pública, para torná-la mais eficiente, eficaz e transparente.

Por Silvana Bazani/Assessoria SEBRAE-MT