Secretaria reúne agentes públicos e privados para debater desafios urbanos

Secretaria reúne agentes públicos e privados para debater desafios urbanos

Um encontro para debater o papeis e competências na prestação de serviços pelo poder público e pela iniciativa privada no que diz respeito à coleta e destinação de resíduos. Ao mesmo tempo, estabelecer um diálogo com empresários e agentes públicos quanto aos procedimentos legais do licenciamento ambiental. Temas como estes nortearam o encontro "Meio Ambiente e Desafios Urbanos", realizado na quarta-feira, 18, pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS). 

Com a participação de representantes do setor público, inclusive de municípios vizinhos, profissionais técnicos da área de licenciamento ambiental, empresários do ramo de destinação, co-processamento, entre outros, o evento lembrou do papel de cada agente e o estabelecimento de uma gestão compartilhada. Os desafios de aplicação da lei de logística reversa, co-processamento, logística reversa e aspectos jurídicos da gestão de resíduos sólidos integraram a pauta de discussão.
 
Pontos que, como lembrou a secretária municipal Luciane Bertinatto, são essenciais para que o município avance em sua política ambiental. "A nós é incumbido cuidar do lixo domiciliar, aquele que eu coleto nas casas. Para os empresários é a destinação dos resíduos da sua atividade comercial que, na maioria das vezes, são resíduos industriais considerados contaminantes e que se destinados de forma inadequada podem causar um dano muito grande para o subsolo. E isso é uma responsabilidade de quem gera esse resíduo", disse a secretária.
 
O trabalho realizado na manhã desta quarta compôs a agenda do projeto Sinop Mais Sustentável.  "É uma forma de aproximar estes empresários daquilo que é considerado o procedimento legal", pontuou, ainda, Luciane. 
 
Presente ao evento, o vereador Joacir Testa, líder da prefeita Rosana Martinelli na Câmara de Vereadores, lembrou: "temos que buscar o entendimento para possamos fazer a nossa parte também", concluiu.
 
Fonte:Prefeitura de Sinop/Assessoria.