Juarez se diz vítima de mentiras, nega ser ficha suja e confirma pré-candidatura

Juarez se diz vítima de mentiras, nega ser ficha suja e confirma pré-candidatura

O deputado federal Juarez Costa (MDB) confirmou, por meio de publicação em redes sociais, que é pré-candidato a prefeito de Sinop e negou que esteja inelegível. Ele afirma ser vítima de notícias falsas sobre decisão judicial que determinou a perda de direitos políticos por cinco anos e o ressarcimento de R$ 108 mil ao erário municipal. Além disso, Juarez se diz inocente das acusações e que agiu de boa-fé quando prefeito.

De acordo com o processo, ficou comprovada a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) de superfaturamento na aquisição de caminhões e maquinários pelo município de Sinop, por meio de procedimento licitatório em 2009.

O juiz da Vara Especializada de Fazenda Pública de Sinop, Mirko Vincenzo Giannotte condenou, no dia 11 de fevereiro, o deputado e o atual secretário de Estado de Agricultura Familiar Silvano Amaral (MDB), além de outras cinco pessoas por improbidade administrativa.

Como o caso ainda cabe recurso, Juarez afirma que vai recorrer ao Tribunal de Justiça, “pois acredito na justiça e tenho certeza que nas outras instâncias ela será feita. Foi uma sentença baseada em informações erradas, grotescas, que não condizem com a realidade”.

Ele ainda acusa “um pré-candidato a prefeito de Sinop” que estaria aproveitando da situação e teria pago a uma empresa do município para compartilhar notícias “mentirosas”. “Já sabemos a origem destas mensagens, a empresa que espalhou e quem pagou por este serviço e vou processar os envolvidos”, diz.

"Sou pré-candidato. Não por minha vontade. Tem um ditado no qual diz que são os amigos que nos colocam na política e os inimigos que não nos deixa sair. Sei o que fiz e sei o que posso fazer por Sinop. Não é nenhum tipo de Fake News que vai nos fazer desistir", diz Juraez, que já foi prefeito por dois mandatos.

O lançamento da pré-candidatura de Juarez Costa à Prefeitura de Sinop ainda não foi divulgado e ele deve enfrentar a atual prefeita Rosana Martinelli (PL), que já foi sua vice e eleita com seu apoio. Também devem ir para as urnas os pré-candidatos Jorge Yanai (Podemos) e Roberto Dorner (PSD).