População mundial desperdiça 1/3 dos alimentos produzidos

População mundial desperdiça 1/3 dos alimentos produzidos

Dados de um estudo produzido pela The Boston Consulting indicou que um terço de todos os alimentos que são produzidos ao redor do mundo acaba no lixo. Além disso, a pesquisa indicou também que, em 2030, a perda ou desperdício anual de alimentos cresça de 600 milhões de toneladas para 2 bilhões toneladas por ano. 

O estudo indica que, em valores monetários, esse desperdício representa hoje 1,04 bilhões de euros e pode passar para 1,30 bilhões daqui a doze anos. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e o Instituto de Recursos Mundiais (WRI), o desperdício alimentar representa 8% das emissões mundiais de gases que promovem o efeito estufa. 

Enquanto os dados mostram que 870 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de desnutrição, a FAO lançou uma campanha para que o desperdício seja cortado pela metade até 2030 para que o problema não atinja um nível que é considerado pela organização como extremamente crítico. Nesse cenário, a Organização das Nações Unidas (ONU) considera que a prática do desperdício já está muito disseminada. 

De acordo com o levantamento, existem alguns pontos críticos que, se evitados, podem fazer com que a situação se estabilize. Dentre os principais estão consciencialização, infraestrutura da cadeia de abastecimento, eficiência da mesma, colaboração e legislação. Para a empresa que realizou o estudo, a mobilização que existe atualmente não é suficiente devido a magnitude do problema. 

Nos países mais desenvolvidos o desperdício é efetuado, em sua maioria, pelos consumidores e “retaliadores”. Assim, as empresas têm um papel fundamental e foram consideradas pelo estudo como os principais catalizadores da mudança.

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems