Vereador quer mais rigor no controle do Transporte Escolar de Sinop

Vereador quer mais rigor no controle do Transporte Escolar de Sinop

Leonardo Visera (PP) sugere que a Secretaria de Educação implante cartão de controle correspondente a cada vaga existente no ônibus, a fim de garantir segurança aos alunos e evitar superlotação durante o transporte.

Os vereadores por unanimidade, aprovaram a matéria legislativa do parlamentar Leonardo Visera (PP), indicando à Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura e ao diretor do transporte, Edenilson Fernandes a implantação de cartões pessoais para controlar o uso de vagas do Transporte Escolar de Sinop, a fim de garantir a segurança dos alunos.

No documento o parlamentar justificou que o sistema funcionaria da seguinte forma. Cada aluno que depende do transporte para se deslocar à unidade de ensino, terá direito a um cartão com uma cor que será correspondente a uma vaga no ônibus. Cada veículo ficará responsável por recolher os alunos de uma única cor, por exemplo, o ônibus da “bandeira amarela” só recolherá os alunos com os cartões amarelos. Se o automóvel possui 30 vagas, o mesmo número será de alunos com os cartões da mesma cor.

“Isso se faz indispensável para garantir a segurança dos alunos, pois existem rotas onde mais de um ônibus faz, só que um fica quase que vazio e outro superlotado, transportando assim, acima da capacidade. Os cartões seria uma forma de garantir que cada aluno tenha um assento à sua disposição. A secretaria deverá desenvolver um programa para que não ocorra erros entre o número de alunos e a capacidade do ônibus”, comentou Visera.

Segundo a secretária de Educação, Veridiana Paganotti, em Sinop existem mais de 70 linhas do Transporte Escolar, das quais, aproximadamente 2 mil alunos fazem uso. “As regiões que mais utilizam são o complexo habitacional, com nove ônibus à disposição, e a gleba, com sete”.

 

Por Roneir Corrêa de Menezes /Assessoria