Vereadores votam 22 proposituras durante 36ª Sessão Ordinária

Vereadores votam 22 proposituras durante 36ª Sessão Ordinária

Na tarde desta terça-feira (29) a Câmara Municipal de Sinop realizou a 36ª Sessão Ordinária do ano. Os vereadores apreciaram 22 matérias, sendo um Projeto de Lei (PL), um Projeto de Decreto Legislativo (PDL), 18 Indicações, um Requerimento e um Projeto de Resolução (PR).

De autoria do vereador Hedvaldo Costa (PL) foi colocado em discussão o PR 008/2019, que alterava a Resolução nº 003/2003, aumentando para 15 o número de títulos honoríficos a ser concedido anualmente por cada vereador. A proposta foi aprovada em segunda e última votação e será promulgado pelo presidente do legislativo. Os vereadores psdbistas Adenilson Rocha e Ícaro Frâncio Severo, foram contrários.

O vice-presidente da Casa de Leis, vereador Leonardo Visera (PP), colocou em segunda e última votação o PDL 032/2019, concedendo título de Cidadão Sinopense ao pioneiro Alair Antonio Elgert. A matéria foi aprovada por unanimidade.

Os parlamentares aprovaram ainda o PL 060/2019 de autoria da Prefeitura de Sinop, que promoveu alterações na Lei Municipal 2.662/2018. A matéria foi aprovada por unanimidade em primeira e única votação.

O segundo vice-presidente, vereador Lindomar Guida (MDB), apresentou o Requerimento 164/2019 solicitando informações da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação referentes aos selecionados pela Caixa Econômica Federal para o Residencial Nico Baracat.

Além dessas, foram aprovados ainda 18 indicações de autoria dos vereadores, encaminhadas às secretarias competentes, sugerindo melhorias para diversas áreas do município.

COMISSÃO ESPECIAL

A Câmara Municipal de Sinop criou durante a sessão de hoje, por meio do presidente, vereador Remídio Kuntz (PL), a Comissão Especial que analisará o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instituída pela Portaria 072/2019, para investigar as obras executadas e em execução pela empresa Águia Engenharia, que sugeriu a cassação da prefeita Rosana Martinelli (PL).

Por meio de sorteio em plenário, foram escolhidos os nomes dos vereadores Ícaro Frâncio Severo (PSDB), Joacir Testa (PDT) e Hedvaldo Costa (PL). Eles terão 10 dias para apresentar um parecer apontando se prossegue ou não com a investigação da prefeita pelo crime de responsabilidade por ter autorizado pagamentos irregulares nas obras investigadas pela CPI.

Por Roneir C. de Menezes/Assessoria     Foto:Arquivo