Estação de Monta da Bonsucesso utiliza ultrassom Doppler

Estação de Monta da Bonsucesso utiliza ultrassom Doppler

A Estação de Monta é um dos períodos mais importantes para a Bonsucesso - Nelore Zan. Iniciada em novembro, a fazenda sempre procura atuar de modo planejado, investir em tecnologias de ponta do mercado e adotar uma seleção criteriosa para atingir os resultados esperados. Este ano, uma das novidades implementadas nesse processo é a ultrassom Doppler (tecnologia que permite a ultrassom colorida).

A ferramenta é uma das principais para realizar o IATF (Inseminação Artificial por Tempo Fixo) Superprecoce, uma nova proposta de diagnóstico para diminuir o tempo entre as inseminações. A principal vantagem do recurso é oferecer um diagnóstico superprecoce e confiável de quais matrizes estão efetivamente gestantes no plantel. O médico veterinário explicou que, ao introduzir a ultrassom Doppler, o diagnóstico das matrizes será com 22 dias após a inseminação e a ressincronização iniciada aos 14 dias pós-inseminação.

“Por meio dele, ganhamos mais tempo e mais inseminações por animal dentro de uma estação reprodutiva mais curta, como é a da Bonsucesso, realizada entre 90 e 100 dias”, esclareceu Emerson Rödel, médico veterinário e proprietário da RW Assistência Veterinária. “Esse método se destaca do tradicional, porque consegue visualizar, com precisão, se há fluxo sanguíneo no corpo lúteo, que indica o diagnóstico superprecoce da prenhez, e se a estrutura da matriz ou receptora é funcional ou não. No tradicional, por exemplo, temos uma ideia de como está a parte morfológica, mas não a aplicabilidade da parte estrutural.

Dessa maneira, consigo otimizar o processo de reprodução e selecionar melhor os animais do rebanho”, pontuou o veterinário da Bonsucesso, Emerson Rödel. Segundo Michel Caro, proprietário da Bonsucesso, investir em tecnologias que aprimorem os resultados de reprodução da fazenda é uma das principais prioridades. “Além de tomar os cuidados essenciais para um resultado eficiente nesse período, como um rigoroso processo sanitário, com exames de Brucelose, vacinas para IBR e BVD, Leptospirose, Campilobacteriose, e um acompanhamento nutricional, a Bonsucesso está sempre atenta às ferramentas que buscam impulsionar a eficiência reprodutiva do plantel”, declarou.

Por Cibele Fonseca/Pontual Assessoria de Imprensa