Domingo, 23 Setembro 2018

E Economia

Chineses passam a controlar Porto de Paranaguá

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems

Foi oficializada na última quinta-feira (22.02) a compra do Porto de Paranaguá, no Paraná, pela operadora de terminais China Merchants Port (CMPort). A partir de agora a estatal chinesa passa a operar e controlar 90% do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), que é o segundo maior do Brasil e é considerado um “ponto estratégico” para escoamento de produtos agrícolas para o gigante asiático.

Na visão de Bai Jingtao, diretor da CMPort, esse investimento chinês no porto será importante para toda a América Latina. A empresa pagou quase R$ 3 bilhões pela aquisição do Porto de Paranaguá, e deve ainda investir cerca de um R$ 1 bilhão na infraestrutura do terminal. 

Segundo o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, garante que o Brasil está aberto para novos investimentos: “Os empresários do setor privado, tanto do Brasil quanto do exterior, têm dentro do Ministério dos Transportes um diálogo franco e aberto. Nós estamos prontos para receber e apoiar qualquer empresário da China ou de qualquer outro país que queira fazer investimentos no Brasil”.

 O presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transporte e Armazenagem, senador Wellington Fagundes (PR-MT), ressaltou que o negócio marca a entrada do grupo chinês na América Latina. De acordo com ele, esse investimento deve incentivar as exportações brasileiras e atrair ainda novos investidores.

“[A parceria] certamente fortalecerá a relação Brasil-China nas questões de infraestrutura e trará investimentos vultosos ao nosso país, algo que tanto precisamos neste momento de retomada do crescimento econômico e social na geração de empregos e oportunidades para todos os brasileiros”, projetou o parlamentar.