Sexta, 22 Junho 2018

N Notícias

Vereador Leonardo Visera cobra agilidade nas obras do aeroporto de Sinop

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A demora nas obras de cercamento do Aeroporto Municipal Presidente João Batista Figueiredo, levou o vice-presidente da Câmara de Sinop, Leonardo Visera (PP), a cobrar da prefeitura, em tribuna, agilidade na conclusão da reforma estrutural. A tela que será usada na construção está no pátio do aeródromo desde o final do ano passado.


“Estive lá e pude ver que a tela já está no aeroporto desde novembro do ano passado e os pilares já chegaram, ou seja, o que falta é apenas a construção. O período chuvoso já passou, a prefeitura tem que aproveitar agora e concluir toda a obra que falta, senão o período chuvoso retorna e tudo continuará do jeito que está, parado”, comentou.


A cerca será construída para evitar que animais silvestres invadam a pista e provoquem acidentes com as aeronaves. Entretanto, segundo a Concessionária Sinop Energia – empresa responsável pelas obras -, a grade será instalada sem a base de concreto, o que preocupou Visera.


“O objetivo é para que os animais não adentrem à pista, mas se não faz a baldrame, obviamente que um tatu ou qualquer outro animal passará por debaixo da cerca, o que provoca insegurança na operação. Já não irão refazer o cercamento total, como previsto, aí não será da forma que deve?”.


O vereador cobrou, também, estruturação do aeroporto para que ele passe a funcionar por instrumentos. A intenção é promover eficiência na operação evitando que voos sejam cancelados e que novos horários e opção, sejam disponibilizados aos usuários.


“Para liberação de operação por instrumentos, é necessária a ampliação das cabeceiras da pista e ampliação, pintura e sinalização de todo pátio. Os equipamentos estão lá instalados, mas para que a Anac autorize o uso, é necessário primeiro promover essas melhorias. Essas cobranças estão perdurando desde o ano passado. É necessário agilidade, para que a 'novela do aeroporto' acabe. Precisamos de voos matutinos, vespertinos e noturnos. Não podemos ficar apenas com um voo no horário de almoço e as vezes nem se consegue conexão”, concluiu.

 

Por Roneir Corrêa de Menezes/ Jornalista .