Segunda, 18 Março 2019

N Notícias

Projeto visa fortalecer o comércio e o turismo por meio da interligação de praças centrais

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Prefeitura de Santarém e entidades do setor produtivo reuniram-se para discutir a necessidade de alterar a atual composição da área central de Santarém, a partir de um projeto de requalificação, apresentado pelo Conselho da Mulher Empresária (CME), vinculado à Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), que objetiva resgatar os desenhos originais das Praças Rodrigues dos Santos, Monsenhor José Gregório (Praça da Matriz) e Praça do Pescador; qualificar os ambulantes em espaços estruturados, resgatar e devolver a comunidade três importantes espaços públicos para fomentar a atividade comercial e turística.

A Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Tecnologia (Semdec) viabilizou junto à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Sindicato dos Lojistas (Sindilojas) a vinda dos representantes do Sebrae e Fecomércio para mostrar um projeto de integração de praças.

"Desde a Praça Rodrigues dos Santos à Praça do Pescador para ser um projeto não só de viabilidade comercial, mas turística também. Os ambulantes da praça da Matriz seriam deslocados para a praça Rodrigues dos Santos com uma padronização. E então, é que entra a Semdec em relação a formalização, capacitação, acompanhamento e caso seja necessário acesso ao microcrédito junto às instituições financeiras. É um projeto interessante que vai contar com a parte de fomento e também até uma perspectiva de resgatar a indústria de rede, visto que hoje nossos ambulantes fazem aquisição da Paraíba e do Ceará", explica a chefe de Divisão da Semdec e presidente do Conselho da Mulher Empresária da Aces Rosemary Fonseca.

Fortalecimento do comércio e do turismo
De acordo com o vice-diretor de patrimônio da Aces Rodrigo Branco, para fazer a interligação será necessário contar com o projeto Belo Centro. "É o nosso calçadão comercial que vai ser qualificado da mesma forma, com mobiliário público de qualidade, iluminação pública, para que a gente tenha um eixo de lazer, turismo e claro, comercial que vai agregar valor a todo centro comercial", informou.

O projeto prevê também a parceria institucional do Sebrae, para orientar e qualificar o microempreendedor. De acordo com o superintendente do órgão no estado do Pará Rubens Magno Junior, já existem outras frentes em outros municípios e a intenção é trazer experiências bem-sucedidas para Santarém.

"Estamos extremamente motivados. Nós temos algumas frentes parecidas com essa - de trabalhar a revitalização de alguns espaços públicos - em Belém e Capanema, por exemplo. Nós entendemos perfeitamente que quando o empreendedor de pequeno negócio está organizado, tem plano de negócios bem definido e até o seu estoque está sendo trabalhado de maneira adequada ele consegue gerar renda, emprego, por exemplo, formalizando-se como MEI, além de gerar receitas para o município", pondera.

O prefeito de Santarém Nélio Aguiar ressalta que esse é um projeto necessário para fortalecer o comércio local e o turismo, pois, já há algum tempo, existe um consenso para que os vendedores ambulantes - que hoje ocupam o espaço da Praça da Matriz - sejam deslocados para a Praça Rodrigues dos Santos.

"O projeto inclui a revitalização do Belo Centro que foi feito há muitos anos, mas já está bastante deteriorado. São ideias e propostas que estamos discutindo com os maiores interessados, as pessoas que estão no dia a dia do comércio e, também, o turista", argumenta Nélio.

Uma nova reunião está agendada para o próximo dia 25 para definir questões inerentes pela definição do projeto e orçamento. "Para que possamos fazer nossa articulação política para captação de recursos para o financiamento, seja via Governo do Estado, com a bancada estadual ou federal no Congresso Nacional", concluiu o prefeito.

Fonte:Agência Santarém/Foto AS