Sábado, 15 Dezembro 2018

P Pecuária

Produção de carne suína e bovina deve crescer no Brasil

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Uma previsão não oficial do Departamento da Agricultura dos Estados Unidos diz que as exportações de carne bovina e suína do Brasil cresceriam para 9,9 milhões de toneladas e 3,8 milhões de toneladas, respectivamente. Exportações sólidas, principalmente para a China e a demanda doméstica estão empurrando o aumento da produção de carne bovina. A produção de suínos cresce apesar das restrições às exportações, principalmente na Rússia, e os altos custos de ração registrados em 2018.

O crescimento esperado da economia brasileira em 2018 com uma inflação e desemprego em queda com alta confiança do consumidor como principais motores da expansão do consumo de proteína anima. O USDA cita que a economia pode chegar a crescer 3% em 2018.

No caso da carne bovina, o USDA também vê aumento de produção no Brasil e um provável recorde de exportação em 2018 com dez milhões de toneladas e um crescimento de 10%. No caso da produção, o crescimento seria de 3,7%.

O órgão norte-americano citou que o governo brasileiro está intensificando as missões comerciais no Oriente Médio, Rússia e Ásia para promover a carne brasileira.

Apesar da melhora do mercado interno, no caso da suinocultura, se destaca que há grande preocupação com a desaceleração das exportações comparando a anos anteriores e os altos custos de produção. As previsões de exportações brasileiros de porcos foi reduzida em função da incerteza em relação às compras da Rússia. Os russos baniram as importações de suínos do Brasil em Novembro do ano passado.

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems